Publicado por: politicasejuventude | 05/09/2011

CARTA DE SÃO LUIS II

 VI ENCONTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E JUVENTUDE

 Nós, participantes do VI Encontro de Políticas Públicas e Juventude realizado entre os dias 25 e 27 de maio de 2011, no auditório da Procuradoria Geral, situado à Rua Osvaldo Cruz, Centro – São Luís – MA,  a partir das reflexões feitas após cada simpósio e debatidas em plenária  encaminhamos as seguintes propostas aos órgãos competentes de nosso Estado:

 

EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO

·         Oferta de Educação Pública de Qualidade, com atenção para:  melhoria da estrutura física das escolas públicas do Estado;  implantação de laboratórios e bibliotecas;  recursos para custeio permanente dessa estrutura; articulação com eixos de comunicação e arte.

·         Resgate e fortalecimento das experiências dos CEMPs já implantados na Baixada Maranhense atualmente estadualizados.

·         Estabelecimento de convenio de cooperação técnica e financeira entre o Estado e o Município para pleno funcionamento dos CEMPs de São Bento, São Vicente Ferrer e Olinda Nova do Maranhão sob Gestão Municipal.

·         Implantação do Ensino Médio Integrado com foco no desenvolvimento social e econômico do estado, e não apenas às demandas emergenciais do mercado.

·         Ampliação dos campi do IFMA para outros municípios maranhenses, considerando polarização pelos territórios de cidadania.

·         Fortalecimento de práticas pedagógicas intergeracionais a partir do envolvimento de jovens alunos como mediadores nas áreas de comunicação, esportes, arte e meio ambiente.

 

EM RELAÇÃO À CULTURA

·         Resgate e fortalecimento das tradições culturais como estratégia de visibilidade e respeito para as identidades locais através do apoio ao desenvolvimento das associações juvenis, centros comunitários e grupos culturais.

 

 EM RELAÇÃO À SAÚDE

·         Efetiva implantação do programa de saúde para jovens e adolescentes.

·         Implantação de políticas que contribuam com a prevenção e superação de dependência química e focada na inclusão social dos ex-dependentes.

·         Promoção de circuitos de atividades pautadas na Educação Sexual, com atenção para a gravidez na adolescência.

 

EM RELAÇÃO À FORMAÇÃO POLÍTICA

·         Incentivo à realização das Conferências Municipais de Juventude

·         Fomento à participação da juventude nas diversas instâncias de controle social.

·         Inserção da temática Políticas Integradas para a Juventude no processo de realização das Conferências.

·         Promoção de espaços de discussão sobre políticas públicas para a Juventude e controle social.

·         Fomento à discussão sobre o Estatuto da Juventude.

·         Apoio para a formação de grêmios estudantis.

·         Apoio a participação de jovens em redes nacionais e internacionais de juventude.

 

Publicado por: politicasejuventude | 05/09/2011

CARTA DE SÃO LUIS I

 EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO

Documento apreciado e aprovado pelos participantes do VI Encontro de Políticas Públicas e Juventude, promovido pelo Instituto Formação, IFMA, CEPP, HISTEDBR, ASP, UNICEF e Portal da Educação no auditório da Procuradoria Geral – Cidade de São Luis – MA, nos dias 25 a 27 de maio de 2011.  

Nós, jovens, educadores e representantes de organizações presentes no VI Encontro de Políticas Públicas e Juventude, discutimos e apoiamos o documento alternativo* à proposta do Conselho Nacional de Educação (CNE),“DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO”,considerando a apresentação e aprovação próxima dessa matéria pelo CNE, tornamos público que o documento que está em apreciação por este Conselho expressa uma concepção restrita da relação entre o Ensino Médio e a Educação Profissional:

Não contempla os pressupostos e objetivos das DCNs para o Ensino Médio, aprovadas recentemente, pelo CNE.

Fortalece a separação entre o Ensino Médio e a Educação Profissional estabelecida pelo Decreto 2.208/97 já revogado.

Não incorpora os pressupostos filosóficos e educacionais que sustentam a formação integrada prevista pelo Decreto n. 5.154/04.

Enfatiza a centralidade da educação profissional na dimensão econômica, tomando o mercado como instrumento regulador da sociabilidade humana.

Baseia-se no currículo centrado na pedagogia das competências.

Aponta para uma organização curricular fragmentada, caracterizada pelas saídas intermediárias, implicando na precarização da formação. 

Diante disso, também reiteramos os conceitos e concepções do documento alternativo elaborado pelo GT instituído pela SETEC:

Centralidade no ser humano e em suas relações com a natureza, sem ignorar as exigências da produção econômica, como campo de onde os sujeitos sociais retiram os meios de vida

Formação que aponta para a superação da dualidade histórica entre formação básica e formação profissional

Currículo centrado na concepção de formação humana integral, tendo como eixo estruturante a integração entre trabalho, ciência, tecnologia e cultura, baseando-se no trabalho como princípio educativo e, dentre outros, nos seguintes fundamentos pedagógicos:

Construção coletiva do Projeto Político-Pedagógico

Pesquisa como princípio pedagógico

Articulação com o desenvolvimento sócio-econômico e a educação ambiental

Para viabilizar a materialização dessa concepção é necessário a implementação de políticas públicas que garantam:

A existência de quadro docente permanente, adequadamente formado e com apropriadas condições de trabalho.

O financiamento para a manutenção e o desenvolvimento da educação profissional pública estatal, gratuita e de qualidade socialmente referenciada.

O aperfeiçoamento do regime de colaboração entre os entes federados.

 São Luis, 27 de maio de 2011.

Publicado por: politicasejuventude | 30/05/2011

Palestras do VI Encontro já estão disponíveis no blog

Conforme divulgado durante o Encontro de Políticas Públicas e Juventude e o grande interesse do público em adquirir os slides de apresentação dos estudos feitos pelos palestrantes, já está disponível para download os referidos slides.

Clique e baixe selecionando pelo tema do simpósio.

#Conferência de abertura do VI Encontro – O papel cooperativo dos entes federativos na oferta de políticas públicas para juventude. BAIXE AQUI¬Prof. Dr. Abicalil

#Avanços e retrocessos na primeira década do século XXI. BAIXE AQUI¬ Prof. Dra. Carla Coelho

#Políticas Públicas e Juventude para a segunda década do século XXI – necessidade de articulação dos eixos trabalho, ciência, tecnologia e cultura. BAIXE AQUI¬Prof. Dr. Dante Henrique Moura

#O Ensino Médio integrado no Maranhão. BAIXE AQUI¬Prof. Msc. Ximena Bandeira Maia

#A experiência dos CEMP da Baixada Maranhense – potencialidade de projeto inovador para replicação no Estado. BAIXE AQUI¬Prof. Regina Cabral 

Publicado por: politicasejuventude | 23/05/2011

Diálogo entre MEC e Secretários de Educação no Maranhão

Acontecerá paralelamente à tarde do primeiro dia do Encontro de Políticas Públicas e Juventude, a reunião do Secretário de Relações Institucionais do Ministério da Educação (MEC), Carlos Augusto Abicalil, com a diretoria da União Nacional dos Dirigentes Municipais (Undime) do Maranhão e com secretários de educação do estado.

A reunião acontecerá das 14 às 17h no auditório do IFMA Campus Centro Histórico, situo à rua Afonso Pena e terá como discussão o aprofundamento do papel cooperativo dos entes federativos na oferta de políticas públicas para juventude com destaque para os projetos de educação.

Publicado por: politicasejuventude | 18/05/2011

Seminários de Políticas Públicas ampliaram o debate sobre juventude

Para aqueles que já participaram de algum dos cincos Encontros de Políticas Públicas e Juventude ou que vai participar do VI Encontro este ano, vale lembrar que todos estes encontros foram precedidos pelos Seminários de Políticas Públicas e Juventude, cujos debates provocavam as primeiras discussões sobre o tema.

Foram os 4 Seminários realizados antes de cada um dos Encontros de Políticas Públicas e Juventude que possibilitaram amadurar a idéia e ampliar o debate construindo uma agenda pública sobre a questão e compartilhá-la com os diversos organismos da sociedade, inclusive com a juventude organizada.

Os Seminários de Políticas Públicas e Juventude foram realizados nas cidades de Santa Inês (2003), Tutóia (2003), São Bento (2003), 2 em Vargem Grande (2003) e 1 Belágua (2005). Cada um destes seminários apresentou dados sobre a educação profissional no Maranhão e debatia as práticas educacionais da escola pública no estado.

Abaixo, confira os banners dos seminários:

 

Publicado por: politicasejuventude | 03/05/2011

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

A inscrição para o VI ENCONTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E JUVENTUDE pode ser feita através da ficha de inscrição disponibilizada no link abaixo.

Ficha de Inscricao VI Encontro

Baixe o modelo, preencha os dados solicitados e envie para o e-mail: formacao@formacao.org.br

O Instituto Formação enviará uma mensagem eletrônica confirmando o recebimento de sua inscrição.

AS INSCRIÇÕES SERÃO GRATUITAS E REALIZADAS NO PERÍODO DE 02 a 20 DE MAIO

Quem preferir também pode fazer sua inscrição nos locais indicados abaixo.

Local das Inscrições:
FORMAÇÃO – Rua das Limeiras, Q D, Casa 14, Renascença
Fone: (98) 32277203

NOVOS LOCAIS DE INSCRIÇÃO SERÃO DIVULGADOS POSTERIORMENTE

Publicado por: politicasejuventude | 03/05/2011

OBJETIVOS DO VI ENCONTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E JUVENTUDE

Realizar balanço da oferta de ensino médio no Brasil e Maranhão na última década.

Elaborar projeção para oferta do Ensino Médio na nova década.

Promover debate sobre ação cooperativa, solidária e ética entre os entes federados para garantia da oferta de políticas públicas integradas de formação e qualificação profissional da Juventude.

Refletir sobre ação intergeracional com ação do jovem em formação (nível médio) aplicando conhecimento com crianças e idosos.

Analisar a aplicação do projeto educativo dos CEMP na Baixada Maranhense.

Propor políticas públicas para formação profissional de jovens, via ensino regular e outras modalidades, pelo Governo do Estado na própria Rede ou em ação cooperativa com municípios.

Publicado por: politicasejuventude | 02/05/2011

CAMINHO DAS LOGOS

Compartilhamos com os leitores do blog Políticas Públicas e Juventude o caminho percorrido das logos do VI Encontro. Para que o mesmo tivesse uma identidade visual foi pensado em mais de dez logomarcas que pudessem traduzir a ação cooperativa dos diversos atores.

Assim após minuciosas percepções e avaliações das ideias que chegavam ao coletivo do Instituto Formação entendemos ser importante demonstrar o “caminho das pedras” da logo como um processo educativo que é inerente à condição dos encontros: refletir a realidade.

Abaixo seguem as logos e seus respectivos criadores:

Publicado por: politicasejuventude | 29/04/2011

PROGRAMAÇÃO

 LOCAL: AUDITÓRIO DO MINISTÉRIO PÚBLICO (Rua Osvaldo Cruz) – Centro

PROGRAMAÇÃO

 

25 DE MAIO

 Manhã

 

8h       Credenciamento

8h       Café Cultural

Apresentação voz e violão/ Erik Pires de Oliveira (Oficina de Produção Cultural do Cia Intergeracional – CEM Mário Meireles)

Fragmentos de arte circense (Oficina de Circo do CIA Intergeracional – UEB Artur

Azevedo)

9h10   Histórico dos Encontros – vídeo (5’)

9h30   Boas Vindas

9h40   Clip

Modelos de desenvolvimento os jovens no Maranhão vão se inserir

10h     Conferência de Abertura

O papel cooperativo dos entes federativos na oferta de políticas públicas para Juventude

Conferencista:

Prof. Dr. Carlos Augusto Abicalil (Secretário de Articulação – Ministério da Educação)

Obs.: outros representantes de órgãos públicos comporão a mesa

Coordenação:

Maria Regina Martins Cabral (Instituto Formação)

11 h – Debate

12 h – Intervalo Almoço


Tarde

14 h     Clip (depoimentos de ex-alunos, alunos e professores da Rede Estadual e CEMP Baixada)

Como avaliam a escola que estudam ou estudaram e que escola que idealizam

14h10            Simpósio 1

Políticas Públicas de Juventude – avanços e retrocessos na primeira década do século XXI

Simposistas:

Profa. Dra. Carla Coelho de Andrade (Diretora de Estudos Sociais DAC – MDS/ Pesquisadora da UNB e do IPEA)

Prof. Msc. Vespasiano de Abreu da Hora (Diretor Geral Pró-Tempore do IFMA – Campus São Luis – Maracanã)

Coordenação:

Prof. Msc. Jean Magno Moura de Sá (IFMA – Maracanã)

Relatoria:

IFMA

15h15 – Debate

 

16h     Simpósio 2

Políticas Públicas e Juventude para a segunda década do século XXI – Necessidade de articulação dos eixos  trabalho, ciência, tecnologia e cultura

Simposista:

Prof. Dr. Dante Henrique Moura (Professor do IF-RN)

Coordenação:

Ana Paula Ribeiro de Sousa (HISTEDBR-MA)

Relatoria:

Lidia Fernanda da Silva Vasconcelos (Instituto Formação)

17h     Debate

 17h30 Encerramento do Simpósio


 

Noite

Programação Cultural – Teatro João do Valle

19h30  – Lançamento do DVD do Maranime

20h – Hip Hop Devius – Cia Intergeracional de Dança – Vila Cabral Miranda

20h20 – Coral “Quem Ouvirá o Canto das Quebradeiras” – Coral (Intergeracional) das Marias – Comunidade Manoel João (Arari)

20h50 – Espetáculo “Retratos” – Fórum da Juventude de Matinha

21h15 – Solo teatral Encantador de Estórias (André Lobão)

Coordenação:

Adão Monteiro, Tatiane Lindoso, Cintia Rodrigues, André Lobão, Cris Santana

 


26 DE MAIO

Manhã

Canto Coral “Jovens do Rio Grande” – Projeto Cia Intergeracional – Zona Rural de São Luis

8h30   Ciranda de Vozes da Juventude

Anseios e envolvimentos dos jovens em diferentes políticas: comunicação, educação, saúde, arte, esportes…

Jovens:

Erik Pires Oliveira (Centro de Ensino Médio Mario Martins Meireles)

Lozangela Mendes (Ex-aluna do CEMP Matinha)

Francilda Fonseca (Rede de Jovens Comunicadores da Baixada Maranhense)

Milson Silva Oniletó (Fórum Juventude Negra do Maranhão)

Carla Alcântara (Diretora de Comunicação do Grêmio Estudantil do IFMA)

João Ricardo Veiga Araújo (Presidente do Grêmio Estudantil do Liceu Maranhense)

André Campos (Secretaria de Estado da Juventude)

 

Observadores:

Immaculada Pietro (UNICEF),

Amarilis Cardoso (UFMA),

Marcelo Amorim (CAOP)

Coordenação:

Alexssandro Rodrigues (Instituto Formação)

Relatoria:

Vania Maria Monteles Viana (Instituto Formação)

10h30 Simpósio 3

A experiência dos CEMP da Baixada Maranhense – potencialidade de projeto inovador para replicação no Estado

Simposistas:

Maria Regina Martins Cabral (Instituto Formação/ Ashoka)

Bianka Maria Pereira Pinheiro (Portal da Educação da Baixada)

Coordenação:

Denivaldo Freitas Moraes (CEMP – Matinha)

Relatoria:

Elis Regina (Portal da Educação da Baixada e UNIDIME)

11h10 Debate

 

Tarde

14 h    Manifestações sobre a Declaração Universal dos Direitos da Mãe Terracomo condição para organização de projetos de formação da juventude – preocupação com a sustentabilidade da alimentação no Maranhão, preservação do meio ambiente maranhense, retenção e preservação das águas, energia sustentável – 10’

Coordenação:

Fabio Alessandro Sousa Cabral (Incubadora de Artes, Mídias e Tecnologia/ Formação)

Profissionais:

Adão Monteiro (arte educador – Projeto CIA Intergeracional)

Tatiane Lindoso (arte educadora Instituto Formação)

André Lobão (Arteterapeuta e Produtor Cultural/ Formação – Projeto CIA Intergeracional)

14h20            Simpósio 4

As políticas para a formação e qualificação profissional dos jovens no país

Simposistas:

Profa. Msc. Marise Carvalho (Pró-Reitora de Ensino do IFMA – Ma)

Profa. Msc. Miriam Santos de Sousa (UFMA e CEPP)

 (Conselho Estadual de Juventude ou Secretaria Estadual de Juventude)

Coordenação:

Profa. Maria Lucia Carvalho Santos (CEPP)

Relatoria:

Jean Marie Van Damme (ASP)

16h     Simpósio 5

O Ensino Médio Integrado no Maranhão

Simposistas:

Maria Vitória Bouças Bahia Silva (Presidenta APRAMA)

Prof. Dra. Graça Tájara (Secretária Adjunta de Estado da Educação)

Conceição Andrade (Secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário)

Ximena Paula Nunes Bandeira Maia da Silva (Profa e Diretora Ensino Campus Imperatriz – IFMA)

Coordenação:

Relatoria:

Roberta Costa Abreu (Instituto Baixada)


Noite

Auditório Liceu Maranhense

 

Debate: A luta pela escola pública no país

 19h     Abertura

Apresentação do Grupo de Teatro do Liceu Maranhense

Exibição de Vídeos – Realidades da educação no Maranhão – (momento livre para educadores apresentarem)

 

19h30            Mesa Redonda

O Fórum Nacional de Luta pela Escola Pública

Profa. Dra. Lisete Regina Gomes Arelaro (Diretora da Faculdade de Educação da USP e integrante do movimento nacional do Fórum, desde sua primeira criação)

Profa. Dra. Maria de Fátima Felix Rosar (UFMA, HISTEDBR e Integrante do movimento do Fórum Nacional e no Maranhão, desde sua primeira criação)

Debatedores:

CEPP, APRUMA, ASP, SMDDH, DCE UFMA, DCE UEMA, SINDSEP, APRAMA, INSTITUTO DO HOMEM, CA Pedagogia, SINASEFE, COLUN, FORMAÇÃO, IFMA, Ministério Público – Promotoria da Educação, Centro Marcos Passerini, DCE – IFMA, GACC, EFG

Coordenação:

Jean Marie Van Damme (ASP)

Relatoria:

Miriam Santos de Sousa (UFMA e HISTEDBR)

27 DE MAIO

Manhã

8h       Gravação de propostas para o estado

8h30   Simpósio 6

Políticas Integradas para a Juventude

Simposista:

Profa. Dra. Maria de Fatima Felix Rosar (HISTEDBR e Integrante do movimento do Fórum Nacional e no Maranhão, desde sua primeira criação)

Coordenação:

Immaculada Prieto (UNICEF)

Relatoria:

Ailton Barros (Movimento Pró-Selo Município Aprovado Arari)

9h30   Debate

Simpósio 7

Práticas intergeracionais – o jovem como mediador de ações com crianças e idosos

Simposistas:

Salete ou Júlia (UNICEF)

Fabio Alessandro Sousa Cabral (Formação – Coordenador da Incubadora de Artes, Mídias e Tecnologias)

André Lobão (Arteterapeuta e Produtor Cultural/ Formação – Projeto CIA Intergeracional)

Coordenação:

Relatoria:

Tarde

14 h Leitura e aprovação das propostas

Coordenação:

Formação

Leitura:

Relatores

15h Conferência de Encerramento

A Política de Juventude no Plano Nacional de Educação – elementos para reflexão

Conferencista:

Profa. Dra. Lisete Regina Gomes Arelaro (Diretora da Faculdade de Educação da USP)

Coordenação:

Profa. Dra. Denise Bessa Leda (UFMA – HISTEDBR –MA)

17h00 Mesa de Encerramento

 18h00 Confraternização

Categorias